O Tarô esconde segredos, muito além das revelações que obtemos em cada leitura. Está formado por imagens e símbolos, cada um deles com múltiplos e complexos significados, por isso aqui o convidamos a conhecer seus mistérios. Você se anima?


Quais são os 7 segredos do Tarô?

1.  O Tarô mais popular é o Tarô de Marselha, com 78 cartas. Acredita-se que ganhou este nome porque ficou conhecido a partir do porto de Marselha, cidade francesa onde chegavam barcos de países distantes e muito importante comercialmente. O baralho mais antigo que se conhece pertenceu ao Duque Visconti, que morava em Milão, no início dos anos 1400, e se conserva na Universidade de Yale, EUA. Alguns estudiosos sugerem que no Tarô há vínculos com símbolos egípcios e da Cabala. O certo é que tem mais de 500 anos e se expandiu por todo o continente europeu, principalmente na Espanha e na França.

Ads

2.  O principal é entender que é a jogada do Tarô pode ser um fracasso sem a preparação adequada. Para a leitura do Tarô recomendamos um lugar tranquilo, sereno, acima de tudo sem barulhos nem interrupções. Aconselhamos a colocar uma manta sobre a mesa para que as cartas escorreguem. Escolha um tarotista honesto e qualificado, intuitivo e certeiro; Criar um clima de confiança e comodidade é indispensável. Se isso não é alcançado, saiba que a jogada poderá fracassar e ser imprecisa. Por isso não importa o tempo que demore, contudo lembre de gerar esse clima com o tarotista. 


3.  O Tarô se lê sempre no presente, e não apenas responde, mas também faz perguntas. Muitas vezes as perguntas são mais importantes que as respostas. Uma boa jogada o irá orientar no autoconhecimento sem dar respostas finais. O Tarô é nada além de uma ferramenta para aprofundar o autoconhecimento. Serve especialmente para descobrir potenciais que ainda não tenha explorado em você mesmo.Também serve para entender que aspectos da sua vida atual necessitam de mais atenção, e para onde deve direcionar a sua energia. 

Ads

4. Cada Arcano guarda em si mesmo um mistério e uma mensagem. Também lhe dará um provável rumo e mostrará perguntas. Não passe rápido por eles. Desperdiçará algo valioso! Uma jogada pode ser realizada apenas com os Arcanos se quiser descobrir algo determinado e pontual. Cada um dos 22 Arcanos irá propor uma senda profunda por estados inconscientes. As mensagens do Arcano não se esgotam no transcurso da sessão, contudo continuam operando por você, de forma que quanto mais perceptivo você esteja, maior será o seu aproveitamento.


5. Não acredite que a leitura do Tarô irá solucionar os conflitos e problemas da sua vida. Menos ainda dirá o que você deve fazer ou ditar rumo da sua vida. Caso a sessão vá nessa direção, o melhor que pode fazer é dar meia volta e sair dali, pois isso apenas irá confundí-lo. O único que pode decidir sobre a sua vida é você. O Tarô irá conectá-lo com você mesmo, e ao fazê-lo encontrará as respostas. Você é responsável pela sua vida e não pode ceder essa tarefa a mais ninguém, pois ninguém está mais capacitado que você. 

6.   Os arcanos maiores e menores formam uma estrutura em si mesmos e se lêem como um todo. Há diferentes estilos de jogadas de Tarô, algumas mais simples e outras mais complexas. Sempre as cartas deverão ser lidas em relação umas com as outras. A jogada mais fácil é pela que se começa, ela consiste em tirar de três a cinco cartas segundo a complexidade da pergunta.

Ads

7.  Os números não estão nas cartas ao azar, nem para organizá-las. Eles têm um significado que se junta ao arquétipo da carta escolhida, e ao sentido da pergunta. Todo esse conjunto de elementos se encaixa para dar respostas que se ressignificam, amoldam e ampliam na medida em que novas cartas se acrescentam à leitura. Você deverá estar familiarizado com as cartas para poder interpretá-las. Por exemplo: o Tarô têm quatro naipes, as copas são as emoções, os paus o trabalho, as espadas o intelectual ou o conflito e o ouro é o dinheiro.