O que são os trânsitos planetários? Como nos afetam em nossa vida? O que significa que esse ano Júpiter está em Sagitário? Vamos te contar isso e muito mais!

A carta natal é uma informação fixa, que não muda e nos acompanha sempre, já que nos mostra a situação dos astros no universo no momento de nosso nascimento, e isso determinará nossa estrutura psíquica. Mas os planetas não deixam de se movimentar! E isso nos influencia, embora devemos lembrar sempre que são somente orientações, e não decretam totalmente nossas vidas. Nada disso, já que temos a liberdade de decidir nosso caminho, as opções que escolhemos cada dia, a cada passo, são as que realmente nos marcarão o rumo de nosso destino.  

Ads

No entanto, nós mudamos muito durante o transcurso de nossa vida, e temos momentos de desenvolvimento e crescimento, e outros de estagnação e de frustrações. Todos eles são obstáculos necessários para nossa evolução.


¿O que é um trânsito planetário?

Um trânsito planetário é o movimento, o trajeto que os planetas percorrem constantemente no zodíaco: cada um se movimenta diferente, cada um tem seu caminho, sua velocidade e seu ritmo. É o reflexo do que acontece no céu. Existem astros imensos e lentos como Plutão, que quando entra em um signo pode permanecer nele por vinte anos; mas existem outros como a Lua, que são menores e sua órbita é mais curta, permanecem somente mais ou menos dois dias em casa signo. 

Ads


¿Para que serve conhecer os trânsitos planetários?

Conhecer os trânsitos, que planeta está me influenciando nesse momento, ajuda a saber qual é o tempo e situação convenientes para investir minhas energias. As influencias mais profundas vem dos planetas mais lentos: Júpiter, Saturno, Urânio, Netuno e Plutão. Em troca, o Sol e a Lua, Mercúrio e Vênus se movimentam mais rapidamente e sua influencia não chega a ser tão significativa e intensa. 


Júpiter em Sagitário

Júpiter entrou em Sagitário no dia 08 de Novembro de 2018, e ficou ali até o dia 02 de Dezembro de 2019. Júpiter simboliza o crescimento, a expansão, a segurança e a confiança. Os gregos o chamavam “O grande benfeitor”, porque aumenta o valor da energia, e a melhoria de sua qualidade, É o planeta mais positivo, motor da felicidade e o destino, como regente de Sagitário, vai trazer melhorias para toda a humanidade. O ano passado foi de Júpiter em Escorpião, influenciou gerando algo de dor e preocupação, mas já acabou, e agora é hora de melhorar e aproveitar. Tem que aproveitar o tempo a seu favor, que não é pra sempre! E lembre que não existe soluções mágicas, nem tudo está nos planetas, você decide a energia que te impulsará diariamente. 

Ads

Júpiter tem duas regências: Peixes que seria a regência noturna e Sagitário, a diurna. A Sagitário então, dará muitos benefícios a esse trânsito: o lança para a aventura, a vontade de aprender, a se movimentar muito e ter interesses variados. Aumenta o otimismo.

Esse trânsito beneficia também a várias profissões ou ocupações, todas as relacionadas com as viagens, o turismo, os meios de transporte. Aqueles que se desempenham no âmbito do ensinamento e o aprendizado, professores, maestros, laboratórios de idiomas, vários cursos e intercâmbios de estudos. O que for relacionado com os esportes, a atividade ao ar livre, o cuidado dos animais e o meio ambiente.


Nos cuidar do que? 

As vezes Júpiter se excede um pouquinho em sua energia, então colocaremos atenção aos momentos de relutância, a preguiça e o desinteresse, o prorrogar o que devemos fazer para o aproveitamento. E falando disso, cuidado com o desperdício e a falta de limites!

O último passo de Júpiter por Sagitário foi no ano de 2006/2007, é bom lembrar como foi vivido esse trânsito por cada um de nós, para saber a que devemos prestar especial atenção, já que poderiam ser vividos processos ligeiramente similares.

Ads

No dia 11 de Abril, Júpiter começará a retro gradação, o retrocesso, será um bom momento para analisar as mudanças realizadas e o que percebemos. No dia 02 de Dezembro, Júpiter sairá de Sagitário e entrará em Capricórnio, mas essa será outra história da qual já falaremos mais pra frente...